9 de jan de 2012

Brasil não pode comemorar hoje dia dedicado ao leitor

Fonte: Jornal Coletivo. Data: 7/01/2012.

URL: http://coletivo.maiscomunidade.com/conteudo/2012-01-07/educacao/3580/BRASIL-N%C3%83%C6%92O-PODE-COMEMORAR-HOJE-DIA-DEDICADO-AO-LEITOR-.pnhtml

Hábito de leitura em baixa e falta de bibliotecas marcam a data nacional

Comemora-se hoje o Dia do Leitor, mas em um país de iletrados, onde a população não cultiva o hábito da leitura e a Biblioteca Nacional de Brasília, inaugurada há três anos, não tem livros para emprestar aos interessados, a data vai acabar passando em branco. Os dados oficiais também ajudam a mostrar um quadro desanimador, afinal, enquanto os americanos costumam ler 10 livros por ano, a média anual de leitura dos brasileiros é de 1,3 livro. Além disso, um levantamento do IBGE aponta que o País tem cerca de 14 milhões de analfabetos e uma biblioteca pública para cada 33 mil habitantes, enquanto que a média da Argentina é de uma biblioteca para cada 17 mil habitantes. Para o senador Cristovam Buarque, que já foi ministro da Educação, mesmo as pessoas que sabem ler e escrever não tem o hábito da leitura. “Por isso, foi importante o projeto aprovado no ano passado pelo Senado de autoria do senador José Sarney”.
O projeto pretende facilitar o acesso às publicações, estimular o hábito da leitura e espalhar bibliotecas e livrarias pelo País. Para tanto, receberá recursos públicos e doações de pessoas e empresas ou de entidades internacionais para financiar projetos de criação, impressão, distribuição e leitura de livros, a manutenção e atualização de bibliotecas, além da formação de mão de obra para o trabalho em gráficas, editoras e livrarias. Dessa forma, só restou no dia de hoje ao Ministério da Cultura aproveitar, como informou em seu site, para destacar que entre as ações desenvolvidas em 2011 está o início da construção de 340 bibliotecas. Do mesmo modo, o MinC apoiou a implantação de novas bibliotecas no País.
Tudo para incentivar a leitura
Outro modo de fomentar a leitura é por meio do programa Agentes de Leitura, em funcionamento desde 2010. Os agentes são jovens entre 18 e 29 anos que recebem uma bolsa de R$ 350 mensais para desenvolver ações de fomento à leitura – eles lêem e emprestam livros às pessoas da casa visitada e da vizinhança, aumentando assim o interesse de todos pela leitura.

Nenhum comentário: