11 de jan de 2011

Ano de Portugal no Brasil

Fonte: O Estado de S. Paulo. Data: 11/1/2011.

Autor: Jair Rattner.

Um ano antes de começar o Ano de Portugal no Brasil, os portugueses começam a elaborar a programação. O primeiro passo foi na área literária, em que Portugal pretende mostrar seus novos escritores ao público brasileiro.

No campo da literatura, estarão previstas três iniciativas, organizadas pela Casa Museu Fernando Pessoa, dirigida pela escritora Inês Pedrosa. Um filme, a ida de escritores portugueses ao Brasil e a realização de uma biblioteca com novos escritores portugueses que possa ser vendida a preços acessíveis no Brasil.

"Será um filme de 30 minutos dedicado a dez novos autores, com três minutos para cada um, que vai passar nas televisões portuguesas e brasileiras. Poderá ser transmitido em conjunto ou também um por vez. A opção por um filme é porque assim pode chegar a um universo mais vasto que o público tradicional", explica a ministra portuguesa da Cultura, Gabriela Canavilhas.

A biblioteca tem como objetivo levar autores pouco conhecidos. "Vai ser uma coletânea de obras de referência da literatura portuguesa para ser editada e distribuída no Brasil. Serão livros de autores novos, em edições baratas, de autores que não ainda não foram editados no Brasil", esclarece Gabriela.

Parcerias. A terceira iniciativa prevista será a de levar os novos escritores portugueses para palestras e conferências pelo território brasileiro. Para isso serão feitas parcerias com instituições locais, de forma a dar maior visibilidade às iniciativas. "Eu gostaria de contar com instituições ou fundações como o Instituto Moreira Salles, com que a Casa Fernando Pessoa tem um acordo de parceria", conta Inês Pedrosa.

Para organizar a área da literatura ainda não existe um orçamento definido. "Vamos ter uma primeira tranche de 55 mil, até setembro. Somente depois avaliaremos quanto mais será necessário", explica Gabriela.

Os nomes dos escritores que deverão viajar para o Brasil ainda não estão definidos. "Apenas assinamos hoje o protocolo entre o Ministério da Cultura e a Casa Fernando Pessoa. Mas eu pretendo convidar dois ou três novos escritores que já foram publicados no Brasil, que conseguem atrair seus leitores", antecipa Inês Pedrosa.

Os escritores que serão convidados incluem Gonçalo M. Tavares, valter hugo mãe (em minúsculas, como ele assina), José Luís Peixoto, Patrícia Reis, Jacinto Lucas Pires, Felipa Leal e Cláudia Clemente, incluindo ficção e poesia. "Para mim, é importante a paridade. Pretendo levar o mesmo número de escritores e escritoras", diz Inês.

Segundo a ministra da Cultura portuguesa, a programação das outras áreas, como cinema, artes plásticas, música e teatro, será definida após reunião com a nova ministra da Cultura brasileira, Ana de Hollanda.

Nenhum comentário: