28 de out de 2011

Biblioteca Universitária da UNILAB amplia acervos e serviços

Fonte: Portal Vermelho. Data: 27/10/2011.
URL: http://www.vermelho.org.br/ce/noticia.php?id_noticia=167287&id_secao=61
Inaugurada em 29 de julho passado, data em que a Universidade também comemorou um ano de criação, a BU, apesar de recém-criada, já possui cerca de quatro mil livros e mais três mil estão sendo processados. Além disto, um total de R$ 1 milhão serão investidos na aquisição de 13 mil novos documentos, que incluem livros, filmes, material de pesquisa e documentos em geral
Coordenada pela professora Fátima Portela, que conta ainda com uma equipe formada pelo bibliotecário Jefferson Leite e a arquivista Ione dos Santos, a BU funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 20h, sem intervalos e, aos sábados, das 10h às 14h. Além do empréstimo de livros, a comunidade acadêmica também recebe orientação e treinamento em serviços como busca em base de dados, portal de periódicos da Capes, elaboração de Currículo Lattes, memorial e portfólio, e normalização de trabalhos, mediante agendamento prévio
O acesso à internet também pode ser feito através dos computadores disponíveis no local que, em breve, ganhará mais dez leitores de texto. “Com estes novos equipamentos, muitos dos nossos estudantes que não possuem um computador poderão levar um leitor emprestado e ter acesso a vídeos e livros em PDF em sua casa, além de poder fazer pesquisas na internet”, explica a coordenadora da BU.
“Somos uma universidade muito jovem, mas, nossa biblioteca já é rica”, diz Fátima Portela, afirmando que a bibliografia básica hoje disponível já está além do exigido pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), que hoje tem conceitos variando de 1 a 5, no máximo.
O conceito 5 é quando o acervo atende aos programas das disciplinas dos dois primeiros anos do curso, na proporção de um exemplar para até seis alunos por turma, referentes aos títulos indicados na bibliografia básica (mínimo de 3 bibliografias) e está atualizado e tombado junto ao patrimônio da instituição de ensino superior.
“Ao assumir a coordenação e saber da verba disponível para o acervo básico e complementar da biblioteca, solicitei aumentar a indicação de cinco exemplares para dez das novas obras solicitadas para compra, além de pedir aos professores para fazerem nova solicitação de mais dez exemplares da bibliografia básica já existente na biblioteca”, afirma a coordenadora.
Assim, com a aquisição de novos livros numa primeira etapa estimada em mais de R$ 600 mil, a BU se prepara para a avaliação do INEP com uma proporção muito boa em uma média de 1 livro para cada 3 alunos de modo a atingir com segurança o conceito máximo, 5, neste item.
E, para facilitar o acesso dos usuários, em breve estará sendo implantado o sistema eletrônico de empréstimos, com auto-atendimento integrado, através da colocação de catracas eletrônicas de entrada e saída. Dessa forma, segundo Fátima Portela, os servidores da biblioteca poderão se dedicar a outros serviços além do atendimento para empréstimo de livros.
"Nosso objetivo é tirar da biblioteca essa característica geral de ser um lugar que só empresta livros. Queremos ser um laboratório de ensino, pesquisa e extensão, um celeiro de ideias, um lugar de discussão dos assuntos, para tirar dúvidas e obter informações de qualidade, com autonomia para escrever um artigo, resenha ou projeto de pesquisa. Assim, tornaremos os nossos leitores mais autônomos no seu processo de aquisição de conhecimentos”.
Fátima Portela salienta que a BU trabalha com base no ensino, procurando ver o que os professores estão lecionando para saber como ajudar neste processo; na pesquisa e a extensão, através da parceria com o Observatório da Educação do Maciço de Baturité, onde está como pesquisadora; e na administração, observando como contribuir com as rotinas.
Segundo Fátima, entre outros serviços que a BU está disponibilizando para a comunidade acadêmica, podem ser destacados a sugestão de bibliografias para diversas pesquisas, e o DSI (Disseminação Seletiva de Informação), que é repassada na quantidade, qualidade, formato e tempo adequados, através de e-mails para grupos diferenciados de usuários, de acordo com sua área de conhecimento. Além destes, existem também os boletins de alerta, que mostram as novidades de cada área, a exemplo de editais, projetos etc.
Empolgada com o trabalho, a coordenadora adianta ainda que, brevemente, realizará o projeto “Autores na Biblioteca” que, como o nome já diz, pretende trazer um escritor, mensalmente, para conversar com a comunidade acadêmica na BU. O primeiro nome será o da renomada escritora cearense Ana Miranda. Outra novidade é a realização da Semana do Livro, na segunda quinzena de novembro.
Ela explicou ainda que, apesar de jovem, a BU da Unilab já é tema de uma pesquisa feita pela professora Adriana Nóbrega da Silva, da UFC-Cariri, intitulada “Gestão da BU da Unilab”, para sua dissertação de Mestrado na Universidade Federal da Paraíba.

Nenhum comentário: