14 de dez de 2011

Assembléia integrará a Biblioteca Virtual do Senado

Fonte: Jornal Pequeno (Maranhão). Data: 14/12/2011.

URL: http://www.jornalpequeno.com.br/2011/12/13/assembleia-integrara-a-biblioteca-virtual-do-senado-180127.htm

A Assembléia Legislativa do Maranhão (ALEMA) é a primeira casa legislativa estadual do Brasil a aderir ao Projeto Bibliolegis, uma iniciativa que pretende integrar, num primeiro momento, as bibliotecas do Senado e Câmara dos Deputados às bibliotecas das assembléias estaduais. O Termo de Adesão foi assinado na última sexta-feira (9), em Brasília, pelo diretor-geral da ALEMA, Heraldo Marinelli, e a diretora-geral do Senado Federal, Dóris Peixoto.
A diretora-geral do Senado comemorou o acerto da iniciativa, ressaltando a importância de alinhar, cada vez mais, a gestão das casas legislativas brasileiras nesta era da informação. A diretora da Biblioteca do Senado, Simone Bastos Vieira, explicou aos dirigentes que o apoio das casas é fundamental para o sucesso da iniciativa.
Segundo um dos seus idealizadores, Francisco Etelvino Biondo, diretor de Atendimento e Formação da Comunidade Legislativa, o objetivo é facilitar aos diversos atores do Poder Legislativo – parlamentares e servidores -, além do próprio cidadão, o acesso aos ricos acervos das bibliotecas das assembléias e câmaras de vereadores do país, integradas à Rede Virtual de Bibliotecas, que inclui as do Senado, da Câmara dos Deputados e do Tribunal de Contas da União.
O diretor do Interlegis, Haroldo Tajra, confirmou que o órgão abraçou imediatamente a causa, por entender que o Bibliolegis se encaixa perfeitamente às ações de informação, um dos pilares do Projeto de Modernização Legislativa (PML).
Heraldo Marinelli, por sua vez, enfatizou que é uma grande satisfação para a Assembléia do Maranhão integrar este grandioso projeto que irá estabelecer a cooperação técnico-científica e o intercâmbio de informações e experiências em organização documental da informação legislativa. 'Ganham os legislativos estaduais, ganha a sociedade', disse.

Nenhum comentário: