13 de jun de 2012

Netflix continua a expandir biblioteca de títulos no Brasil


Fonte: Correio do Estado. Data: 12/06/2012
Lançado no fim do ano passado no Brasil, o serviço de exibição de filmes pela internet Netflix chegou ao Brasil e, diz a empresa, está crescendo bem. Joris Evers, diretor de comunicação corporativa, conversou com a Rolling Stone Brasil, mas disse que o número de usuários brasileiros é um que a empresa não está disposta a compartilhar no momento. O único número de usuários que Evers divulgou é o de três milhões de assinantes fora dos Estados Unidos.
Evers enalteceu melhoras no serviço desde sua chegada ao país. “Nós estamos disponíveis em tablets, smart TVs, Xbox 360, PlayStation 3 e muitos outros aparelhos”, explicou o executivo. Evers também revelou que estão prestes a adicionar conteúdo do UFC, do ganhador do Oscar O Artista, Jogos Vorazes, além de filmes e séries do catálogo da Fox. “Todas esses acordos são exclusivos da América Latina, é conteúdo que não estamos licenciando para o mercado norte-americano”, disse Evers.
Ele também falou muito sobre os hábitos e preferências do consumidor brasileiro: as produções locais mais assistidas incluem Galinha Pintadinha (infantil), Rafinha Apresenta 1 e Rafinha Apresenta 2 (comédia stand-up), Fabio Lins (comédia stand-up), os filmes Cidade de Deus, Meu Nome Não É Johnny, Deus é Brasileiro e O Menino da Porteira, as novelas Meu Pé de Laranja Lima e Dance, Dance, Dance e a série Descolados: Primeira temporada.
O uso do serviço também foi extensivamente catalogado, com os horários de pico e dias mais movimentados sendo registrados. “Nós percebemos que, durante a semana, os usuários não têm tanto tempo para assistir a um filme, então preferem ver episódios de séries e, no fim de semana, assistir a alguns filmes”, contou. Outros dados interessantes são os horários de pico do serviço nos fins de semana: domingos às 16h e sábados às 18h. O dia com maior atividade no Netflix brasileiro? O feriado de 1º de maio. O horário em que menos espectadores estão conectados: 1h da manhã na madrugada de quinta para sexta feira. “Esse é o dia em que vocês saem pra balada [risos]”, diz Evers.
Outra particularidade do nosso mercado que Evers compartilhou foi o uso acima do normal do Netflix em tablets. Ele não revelou que outros aparelhos estão abaixo e acima dos tablets, somente disse que o computador é, em todo o mundo, a plataforma mais utilizada.
Para o futuro próximo do Netflix no Brasil, a prioridade parece ser trazer novos clientes ao serviço. “Quando você para e analisa, é um serviço que exige que você tenha um cartão de crédito e conexão de banda larga. No momento, é para uma pequena parcela da população”, diz Evers. “Outro problema é que muitos consumidores ainda não confiam em fazer pagamentos pela internet, por isso estamos pesquisando formas de pagamento alternativas ao cartão de crédito.”
Quanto à concorrência de outros serviços, como o da Amazon, que enfrenta o Netflix nos Estados Unidos, Evers admite que, no Brasil, a vida do Netflix é bem mais fácil. “Nós concorremos com a pirataria”, admite, “mas somos uma opção muito mais simples, rápida e segura.”

2 comentários:

QuacBiblio disse...

Concordo que assistir no netflix é muito melhor que baixar filmes piratas! Assisto no meu ipad confortavelmente...

Murilo Cunha disse...

QuacBiblio,
Já que está pagando pelo filme é melhor escolher uma maneira que ela seja de boa qualidade.