24 de set de 2012

Bom-mocismo corrói a literatura


Fonte: Folha de S. Paulo. Data: 24/09/2012.

Autor: Marco Rodrigo Almeida.

Em 2010, um parecer do CNE (Conselho Nacional de Educação, órgão ligado ao Ministério da Educação) recomendava a retirada da obra publicada em 1933 do Programa Nacional Biblioteca na Escola. A alegação é que o livro é racista na abordagem da personagem Tia Nastácia e de animais como os macacos. [...] "Acho que existe um veneno que está corroendo a literatura infantil -o bom-mocismo. Literatura não é pedagogia, é arte", diz Ruth Rocha. A escritora conta que, da sanha do politicamente correto, nem mesmo o folclore tem escapado. Uma editora, por exemplo, chegou a sugerir cortar o cachimbo do Saci de um de seus livros. [...] Rocha diz que não há uma fórmula para se fazer um bom livro, mas que é fácil perceber quais receitas não seguir."O livro não pode ser moralista, não pode ter didatismo. Isso não me interessa."

 

Nenhum comentário: