28 de jan de 2013

Apenas 32,6 % das escolas públicas do Ceará têm bibliotecas


Fonte: Jangadeiro Online. Data: 24/01/2013.

Autoria: Hayanne Narlla.

URL: www.jangadeiroonline.com.br/ceara/apenas-322-das-escolas-publicas-do-ceara-tem-biblioteca/

Cerca de 72,5% das escolas da rede pública não possuem biblioteca no Brasil. A média nacional foi divulgada pelo Censo Escolar 2011. O número, além de ruim, descumpre a Lei 12.244, que estabelece a existência de um acervo de pelo menos um livro por aluno em cada instituição de ensino do país, tanto de redes públicas como privadas.

Na rede pública, apenas 27,5% das escolas têm biblioteca atualmente, sendo necessário construir 130 mil bibliotecas até 2020, no Brasil, para cumprir a determinação.

A situação do estado do Ceará é melhor que a média do país. Das 7.262 escolas da rede pública cearenses (com gestão municipal, estadual e federal), 2.351 possuem biblioteca. Ou seja, 32,3% das escolas públicas no Ceará possuem bibliotecas. Já 67,7% das escolas não possuem o ambiente físico. Mesmo assim, a média é melhor que a de São Paulo, onde 85% das escolas não têm esse espaço.

Dados por escola

Dos 675 colégios estaduais, geridos pelo governo do Ceará, 560 possuem biblioteca, num total de 82,9%, de acordo com a Secretaria da Educação (Seduc). Já das 18 escolas públicas federais, geridas pelo governo federal, 14 possuem bibliotecas, com quase 80%.

Mas quando se fala em escolas municipais, geridas por cada prefeitura local, o número é ruim. Das 6.569 escolas municipais, em todo o estado, só 1.777 têm um lugar para a leitura, resultando em 27% (número equivalente à média nacional). Somente em Fortaleza, segundo a Secretaria Municipal de Educação (SME), são 311 escolas (excluindo-se creches), e dessas, 265 possuem biblioteca, num total de 85,2%.

De acordo com a presidente do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação do Ceará (Sindiute), Ana Cristina Guilherme da Silva, as bibliotecas são importantes para a formação da sociedade em geral, e não só dos alunos.

“Não é um resultado satisfatório. É exatamente a ausência ou insuficiência de livros e bibliotecas nas escolas. Recebemos o resultado da pesquisa muito preocupado, não deveria ter nenhuma escola sem livros. A gente entende que há obrigatoriedade da biblioteca e temos informação de escola sem biblioteca. Falta mesmo uma política de biblioteca e de aquisição de livros, em que os alunos sejam consultados para saber qual faixa etária e qual assunto de interesse”, ressaltou.

Nenhum comentário: