17 de mar de 2013

Convidência com animais domésticos


Fonte: Rede Noticia. Data: 27/02/2013.

URL: www.redenoticia.com.br/noticia/2013/biblioteca-virtual-apresenta-especial-de-convivencia-com-animais-domesticos/42762

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), em cidades como São Paulo, o abandono a cães atinge a casa dos milhões. Sendo assim, a Biblioteca Virtual, que torna disponível uma base de dados para consulta com informações completas sobre programas e projetos associados ao Governo do Estado, decidiu apresentar um especial de como cuidar e conviver bem com os animais domésticos, com informações sobre castração, veterinários e doação.

Neste especial é elencada uma série de questões para se fazer antes de adotar um animal de estimação. É necessário lembrar que trazer um animal para dentro de casa não deve ser feito por impulso. Antes de adquirir um cachorro, considere que seu tempo médio de vida é de 12 anos. Pergunte à família se todos estão de acordo, se há recursos para mantê-lo, e verifique quem cuidará dele nas férias ou em feriados prolongados.

Outra reflexão vai de encontro ao espaço físico, que será compartilhado entre os animais e a família. É preciso imaginar que a convivência não gere restrições aos dois lados. A saúde física do animal exige abrigo, alimento, vacinas e exercícios, por mais básico que seja, isso não pode ser esquecido.

Do Portal do Governo do Estado

Quem não curte a companhia de um bicho de estimação? É impossível resistir! Porém, o animal não é um brinquedo que pode ser descartado quando se perde o interesse por ele, ou quando se acha que se tornou um “estorvo”. Como todo ser vivo, ele possui necessidades e ritmos próprios que precisam ser bem conhecidos antes que sua posse seja concretizada.

Ele cresce, envelhece, tem fome, faz sujeira, pode fazer barulho, precisa ser ensinado, pode ficar doente e precisa de atenção. Precisamos ter consciência de tudo isso pois, a partir do momento que resolvemos ter sua posse, seremos responsáveis pelo seu bem-estar até o final de sua vida.

Nenhum comentário: