1 de jan de 2014

Escola fecha na Grã-Bretanha e doa tudo para a África



Fonte: Boa Informação. Data: 27/12/2013.
URL: www.boainformacao.com.br/2013/12/escola-fecha-na-gra-bretanha-e-doa-tudo-para-a-africa/
Após ser fechada durante o verão do hemisfério norte, uma escola privada britânica decidiu doar tudo o que possuía ─ incluindo móveis e até mesmo uma mesa de sinuca ─ para uma instituição de ensino na África.
O material foi embalado e colocado dentro de um contêiner que será encaminhado a uma escola na cidade de Lawra, em Gana, pela ONG Action Through Enterprise (ATE).
Em três grandes carregamentos, voluntários não só coletaram o mobiliário da escola quanto também todos os livros de sua biblioteca, o piano e o equipamento de lazer.
Localizada no condado de Yorkshire, no norte da Inglaterra, a escola não quis ter o seu nome revelado.
Sarah Gardner, fundadora da ATE, comemorou a doação. “Nós estamos doando uma grande quantidade de coisas; isso é formidável.”
Atípico
A ONG mantém atividades em regiões rurais no noroeste de Gana, um país onde 30% da população não sabe ler nem escrever.
Um dos programas de apoio inclui a distribuição gratuita de merendas para 450 crianças na escola primária de Lawra. O objetivo da ação é aumentar a frequência de alunos.
Sarah conta que, buscando por cadeiras de rodas, conheceu Peter Thompson, da ONG Physio Net, que intermediou a doação de todo o equipamento da escola desativada
“É um tanto quanto atípico para nós termos uma escola inteira doada. Normalmente, nós só fornecemos equipamento para portadores de necessidades especiais”, disse Thompson.
“Mas Sarah mencionou que eles estavam construindo um jardim de infância e procurando por equipamento escolar.”
“Foi então que eu me deparei com essa escola que foi desativada no verão e eles toparam em ajudar a gente.”
Biblioteca
“Soube dessa grande doação há poucas semanas e fiquei feliz da vida”, afirmou Sarah.
“Nunca vi nada parecido. Eles doaram tudo – móveis, mesas, cadeiras e uma biblioteca repleta de livros”.
O carregamento deve chegar em Gana no início de janeiro.
“Trata-se de um projeto muito emocionante porque essas crianças nunca leram um livro e, de uma hora para outra, terão acesso a uma biblioteca completa”, diz Sarah.

Nenhum comentário: