28 de nov de 2014

Encontrado exemplar da primeira edição das obras de Shakespeare

Fonte: Público (Portugal). Data: 26/11/2014.
URL: www.publico.pt/culturaipsilon/noticia/exemplar-raro-da-primeira-edicao-das-obras-de-shakespeare-encontrado-em-biblioteca-francesa-1677495
First Folio, editado em 1632, estava no arquivo da biblioteca de Saint-Omer, pequena cidade costeira no norte de França
Um exemplar raro da primeira edição (First Folio) com as peças de William Shakespeare (1564-1616) foi encontrado nos arquivos da biblioteca de uma pequena cidade no norte de França, Saint-Omer, na região de Pas-de-Calais
A descoberta, anunciada esta terça-feira, foi feita pelo bibliotecário e historiador de arte Rémy Cordonnier, de 31 anos, quando procurava material para uma exposição sobre literatura inglesa a realizar na referida biblioteca, no próximo Verão.
O volume encontrado, com o título Mr. William Shakespeare, Comédies, histoires et tragédies. First Folio: published according to the original copies, é o segundo exemplar conhecido em França da famosa edição original das obras do dramaturgo inglês, publicada em 1632 – o outro exemplar encontra-se na Biblioteca Nacional, em Paris.
O livro encontra-se em razoável estado de conservação, mas faltam-lhe três dezenas de páginas e a capa. Em declarações ao jornal The Guardian, Rémy Cordonnier admite estar aí a razão para o facto de este First Folio ter passado despercebido durante tanto tempo. “Estava identificado de forma errada no nosso catálogo, como sendo um livro de Shakespeare datado provavelmente do século XVIII”, disse. Mas logo ocorreu a Cordonnier, também especialista em literatura medieval, que poderia tratar-se de "um First Folio não identificado, com uma carga histórica e um valor intelectual muito importante”, como referiu à AFP.
Depois do achado, os responsáveis pela Biblioteca de Saint-Omer consultaram um dos maiores especialistas mundiais na obra de Shakespeare, Eric Rasmussen, professor de literatura inglesa na Universidade de Reno, no Nevada, EUA. Este confirmou a autenticidade do volume, que reúne 36 peças do autor de Macbeth.
A razão para este exemplar do First Folio shakespeariano ter ido parar à biblioteca de Saint-Omer, ainda segundo Rémy Cordonnier, estará no facto de esta pequena cidade e porto de mar no norte de França, que teve uma grande actividade comercial e cultural na Idade Média, ter sido também um lugar de refúgio para os ingleses católicos perseguidos pelos protestantes.

Actualmente são conhecidos 230 First Folios – o exemplar agora encontrado será o 231º – dos 750 que saíram da tiragem inicial das obras de Shakespeare feita por John Hemings e Henry Condell, seis anos após a morte do dramaturgo, segundo as investigações de Eric Rasmussen. O seu valor tem oscilado, no mercado das raridades bibliográficas, entre os 2,5 e os 5 milhões de euros, disse à AFP a directora da Biblioteca de Saint-Omer, Françoise Ducroquet, admitindo que a falta da capa e de algumas páginas na edição agora identificada faça baixar o seu valor. Mas a responsável acrescenta que não está nas intenções da instituição desfazer-se deste First Folio. Ele irá valorizar um espólio de uma biblioteca que possui já uma colecção invulgar de obras raras, entre as quais está uma Bíblia de Gutenberg, 800 manuscritos e 230 incunábulos.

Nenhum comentário: