21 de jan de 2015

Porto Velho (RO): biblioteca pública completa 40 anos

Fonte: Rondônia ao Vivo. Data: 20?01/2015.
URL: www.rondoniaovivo.com/noticias/biblioteca-municipal-francisco-meirelles-comemora-40-anos-de-atividades/123734#.VL-LK8vwupo
A Biblioteca Pública Municipal Francisco Meirelles completa no dia 24 de janeiro quarenta anos de inauguração. Segundo informou Adson Kleber e Lucileyde Feitosa, respectivamente o diretor e a administradora da Biblioteca, diversas atividades serão promovidas ao longo de todo este ano para comemorar a data festiva.
A Francisco Meirelles foi criada administrativamente em 1973 e construída em 1974, quando o prefeito do município era Jacob Atalah, mas sua inauguração se deu em 1975, sob a gestão de Antônio Carlos Carpinteiro.
O edifício original foi erguido em alvenaria com um só piso. Em 2003, a Biblioteca sofreu modificações, passando a ostentar sua arquitetura atual, com dois pisos. Durante o período de reformas ela foi temporariamente instalada no prédio de uma antiga danceteria localizada na esquina das ruas Duque de Caxias com José Bonifácio.
Após os dois anos de reformas, com sua reabertura a Francisco Meirelles passava a ofertar melhores acomodações para aos seus usuários, aumento do acervo, climatização nos ambientes e melhores condições de trabalho para os funcionários. “Porém, quando assumimos a direção, no começo de 2013, ela já vinha de uma fase de decadência. Por oito anos não foram feitas reformas e houve deterioração de muitos espaços e instalações”, disse Adson Kleber, informando também que muitos serviços precisaram ser feitos para a revitalização de todo o ambiente. “Procuramos o Exército, na pessoa do General Poty, que nos ajudou bastante. A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), deu-nos todos os materiais necessários para os trabalhos de revitalização e o Exército forneceu a mão de obra. Durante um mês a Biblioteca ficou paralisada para a reforma dos banheiros, retirada de infiltrações e para receber nova pintura. Também foram reinstalados os aparelhos de climatização dos ambientes, pois nenhum funcionava mais”, afirmou.
Aos poucos a Biblioteca passou a recuperar sua clientela. Foi instalada rede de Internet sem fio, o corredor de entrada passou a ser utilizado como uma galeria para exposições de obras de artes regionais, o auditório passou a ser muito usado para palestras e conferências. “Muitos eventos foram realizados aqui ao longo de 2013 e 2014. A Biblioteca foi transformada em um espaço cultural mais ampliado. Não apenas a leitura tem sido valorizada, mas ocorrem também mostras de artes visuais e de filmes, acontecem defesas de dissertações de mestrado, lançamentos de livros, enfim, há uma grande gama de eventos culturais que têm sido realizados. Outro fato a destacar é a aproximação da Biblioteca com a Academia de Letras de Rondônia e com a Universidade Federal de Rondônia”, ressaltou Lucileyde Feitosa.
Para o ano de 2015, em comemoração aos 40 anos e também em comemoração ao centenário do município, vigente até o mês de outubro, a Biblioteca Francisco Meirelles oferecerá aos portovelhenses e visitantes do município diversos eventos. Embora a data certa de comemoração seja 24 de janeiro, no dia 11 de fevereiro, em virtude do pedido da Semed para que se esperasse até o completo retorno de muitos funcionários que se encontram em recesso ou férias, haverá uma programação denominada de Café Regional, onde antigos e novos funcionários, como também importantes usuários, darão seus depoimentos sobre a importância da Biblioteca para suas vidas pessoais e para a formação cultural dos cidadãos de Porto Velho.

Esse evento marcará oficialmente a comemoração pelos 40 anos, mas será apenas a abertura dos trabalhos comemorativos, em março será feito um ciclo de palestras sobre a contribuição feminina na literatura, em abril será realizada uma nova edição do evento Leitura na Praça, em maio haverá ciclos de palestras sobre povos e comunidades tradicionais e, sucessivamente, durante os demais meses do ano muitas atividades serão realizadas. “Vamos comemorar os quarenta anos levando à sociedade portovelhense o que há de mais importante no legado da Biblioteca, formação, cultura e entretenimento. Queremos ofertar esses elementos por meio dos livros e também por meio de eventos e programações culturais”, finalizou Lucileyde.

Nenhum comentário: