11 de out de 2015

Recife: campanha para preservar a Biblioteca Pública do Estado

Fonte: Diário de Pernambuco. Data: 09/10/2015.
URL: www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/vida-urbana/2015/10/09/interna_vidaurbana,602869/campanha-e-lancada-para-preservar-biblioteca-publica-do-estado.shtml
A Biblioteca Pública do Estado, fundada em 1971, passou por recente projeto de modernização. Localizado no bairro de Santo Amaro, no Centro do Recife, o espaço é procurado diariamente por mil pessoas. Com um acervo estimado em 270 mil livros e mais de 300 mil volumes de periódicos, possui obras raras, verdadeiras preciosidades, entre elas as Sesmarias, Cartas Régias, Ordens Régias, manuscritos, impressos oficiais das revoluções pernambucanas.
A manutenção do patrimônio cultural, no entanto, depende do cuidado dos usuários. Para que os frequentadores se conscientizem da importância do zelo pelo acervo e estrutura, a realizadora cultural Bersato em parceria com a Biblioteca, com incentivo do Funcultura, lançou o projeto "Preserve o que é Seu". Entre as atividades da campanha, o concurso de redação com os estudantes das escolas da rede pública de ensino. Com o tema "Preservar a Biblioteca Pública do Estado de Pernambuco um ato de cidadania", os alunos terão que criar um texto inédito, de uma a três páginas, e enviá-las para o email preservebpe@gmail.com, até o dia 27 de outubro.
Os trabalhos enviados serão avaliados por um júri composto pelo mestre em linguística e escritor André Cervinskis, o poeta alagoano Ângelo Monteiro e o escritor Jacques Ribemboim. Os três vencedores serão divulgados no dia 30 de outubro durante o evento de premiação que vai contar com uma palestra sobre o valor da Biblioteca Pública. Eles irão receber um certificado, medalha e uma cesta de livros. Os interessados podem conferir o regulamento da competição pelo blog do evento (www.preservebpe.blogspot.com) ou ter mais informações pelo telefone (81) 3127.1510, no horário comercial.

Durante todo o mês de outubro, também serão distribuídos folders, cartazes, camisas e canecas ao público. O material vai abordar a necessidade da proteção da BPE e expor o patrimônio como espaço de todos os cidadãos.

Nenhum comentário: