18 de dez de 2015

Bibliometria

Bibliometria: o Manifesto de Leiden para as métricas científicas
Em 22 de abril de 2015, foi divulgado o documento “Bibliometrics: the Leiden Manifesto for research metrics”, elaborado por Diana Hicks, Paul Wouters, Ludo Waltman, Sarah de Rijcke e Ismael Rafols, e publicado na revista “Nature”, v. 520, p. 429-431, 2015.
O texto desse documento sugere 10 princípios que pode ajudar na avaliação da pesquisa científica, a saber:
1.      A avaliação quantitativa deve apoiar a avaliação qualitativa de especialistas.
2.       Medir o desempenho em relação as missões da instituição, grupo ou pesquisador.
3.      Proteja a excelência da pesquisa relevante feita a nível local.
4.      Mantenha a coleta e os processos de análise abertos, transparentes e simples.
5.      Leve em conta a variação na área da publicação e suas práticas de citações.
6.      Permita que os avaliados possam verificar os dados e a análise.
7.      Baseie a avaliação de pesquisadores individuais num julgamento qualitativo de sua carreira.
8.      Evita a concretude descabida e a falsa precisão.
9.      Reconheça os efeitos sistêmicos de avaliação e dos indicadores.
10.  Examine e atualize os indicadores de forma regular.

O texto completo do documento está disponível no URL: www.nature.com/news/bibliometrics-the-leiden-manifesto-for-research-metrics-1.17351

Nenhum comentário: