7 de set de 2011

Biblioteca atende portadores de necessidades especiais

Biblioteca atende portadores de necessidades especiais
Fonte: Agência Pará. Data: 6/09/2011.
URL: www.agenciapara.com.br/noticia.asp?id_ver=83931
Com o objetivo de propiciar a prática da leitura com atividades lúdico-pedagógicas, tendo como princípio a inclusão social, foi criada no dia 10 de junho de 2006 a Biblioteca Inclusiva, um projeto idealizado pela professora Etevan Amoêdo Corrêa, especialista em deficiência visual, para oferecer maior apoio pedagógico a alunos das redes pública e privada de ensino. O projeto foi exposto na terça-feira (06), no estande da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), na XV Feira Pan-Amazônica do Livro.
Etevan Amoêdo contou que, desde o projeto inicial, teve o apoio de amigos educadores da Seduc, em especial os da Coordenação de Educação Especial (Coes), para desenvolver diversos trabalhos. Atualmente, a biblioteca atende a milhares de alunos das mais diversas instituições, dos ensinos Fundamental e Médio, e de nível superior, com enfoque na educação especial. “Sentíamos a necessidade de atender alunos especiais, oferecendo ferramentas para que pudessem se sentir parte do processo de aprendizado, interagindo com o mundo”, explicou a professora.
Funcionando no Centro Integrado de Inclusão e Cidadania (CIIC), a Biblioteca Inclusiva dispõe de variado acervo voltado às pessoas com deficiência, como livros em braile e outros instrumentos que facilitam o acesso, além de serviços como acolhimento psicossocial, intermediação de mão de obra, serviço de saúde bucal, infocentro e brinquedoteca, oferecidos em parceria com as secretarias de Estado de Assistência Social ( Seas), de Saúde Pública (Sespa), de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e de Trabalho, Emprego e Renda (Seter), o Conselho dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CEDPD) e Empresa de Processamento de Dados do Pará (Prodepa).
Com ações programadas para todo o período letivo, a Biblioteca incentiva a participaão de escolas em suas programações, realizadas em diversos espaços, como a Estação das Docas, a Casa das 11 Janelas e o Centur, oferecendo aos alunos atividades lúdicas - teatro de fantoches, desenho, pintura, leitura etc.
Atualmente, o grande público da Biblioteca está nas escolas da rede estadual e nos centros especializados em educação especial, cujas escolas atendem a aproximadamente 12 mil alunos em todo o Estado, portadores de deficiências visual, motora, intelectual, auditiva e múltiplas.
Serviço:
Biblioteca Inclusiva
Horário: segunda à sexta-feira, das 09 às 14h, no CIIC.
Endereço: Avenida Almirante Barroso, 1765. Contatos: 3276-6161/3276-2903.
Belém, Pará

Nenhum comentário: