3 de jan de 2012

Empréstimo de livros na BPED cresce 20% em 2011

Fonte: Infonet. Data: 2/01/2012.
URL: www.infonet.com.br/cultura/ler.asp?id=122520


O ano de 2011 foi muito positivo em diversas áreas da cultura, e política de incentivo ao Livro, Leitura e Literatura não foi diferente. Dados da Biblioteca Pública Epifânio Dória (BPED) revelam que o número de empréstimos de livros cresceu consideravelmente neste ano, se comparado aos anteriores. Um fator que deve ser comemorado, pois representa a importância que o Governo de Sergipe, através da Secretaria de Cultura (Secult), tem dado a área.
Dados divulgados pela BPED enumeram 3.840 empréstimos de livros até do mês de novembro deste ano. Um crescimento de quase 20% em relação a 2010. Esta porcentagem é a mesma se comparado à média mensal de empréstimos.
Segundo a secretária de Estado da Cultura, Eloísa Galdino, os números refletem o incentivo à leitura promovido pelo Governo de Sergipe, através da Secult. “O número de empréstimos cresceu consideravelmente este ano e isso ocorreu devido a uma série de ações para a área, como a aquisição de novos livros para a BPED. Pretendemos continuar o processo de renovação do acervo e iniciar uma reforma daquela unidade, pleito este que já está no Ministério da Cultura e que esperamos alcançar em breve”, destaca.
Mais procurados
Entre os livros que tiveram maior saída estão aqueles que estavam na lista do vestibular na Universidade Federal de Sergipe (UFS). A obra ‘Feijão de Cego’, do autor sergipano Wladimir Souza Carvalho, obteve 126 empréstimos; em seguida ‘A Estrela Sobe’, de Marques Rebelo, com 108 saídas.  ‘Capitães da Areia’ de Jorge Amado e ‘A Procura de Jane’, da autora Sergipana Gizelda Moraes, tiveram 84 e 58 empréstimos respectivamente.
Outras obras foram destaque como ‘A Cabana’; ‘A Menina Que Roubava Livros’; ‘A Trilogia Crepúsculo’; ‘O Morro dos Ventos Uivantes’; ‘Menino de Engenho’; ‘José Lins do Rego’; ‘O Símbolo Perdido’; ‘O Quinze’; ‘Tudo Tem Seu Preço’; ‘O Código Da Vinci’ (versões impressas, áudio e Braille) e ‘Comer, Rezar, Amar’ (versões impressas e Braille).
Modernização
Vale lembrar que um fato histórico marcou a história da BPED entre 2010 e 2011: a aquisição de 1.275 novos exemplares para a biblioteca, que estava há 22 anos sem receber novos exemplares.
Outro ponto que contribuiu para o aumento do número de empréstimos na BPED está na modernização do seu sistema de saída de livros. "Através da implantação do programa Biblioteca Livre (BIBLIVRE), um software para catalogação e a difusão de acervos de bibliotecas públicas e privadas, foi possível aperfeiçoar os serviços da unidade, padronizar e simplificar o tratamento técnico e informatizar e agilizar o empréstimo", explica a diretora da unidade, Sonia Carvalho.
Hoje, 95% dos livros do Setor Circulante (de empréstimos) estão cadastrados no BIBLIVRE. No total 6943 exemplares já foram catalogados desde a implantação do sistema, agilizando a busca de informação dentro da biblioteca e possibilitando consultas por autor, título e assunto.
Para a bibliotecária responsável pelo Setor Circulante da Biblioteca Pública, Mirian Elorza, um dos principais fatores que contribuíram para o aumento dos empréstimos está na modernização do acervo e do acesso aos livros. “Com este novo método de catolagação e pesquisa, os usuário encontram os livros mais rápido e consequentemente aumentam o número de empréstimos”, ressalta

Nenhum comentário: