12 de abr de 2012

Biblioteca de Língua Estrangeira completa 90 anos homenageando a sua fundadora

Fonte: Diário da Rússia. Data: 10/04/2012.

URL: www.diariodarussia.com.br/fatos/noticias/2012/04/10/biblioteca-de-lingua-estrangeira-completa-90-anos-homenageando-a-sua-fundadora/

A Biblioteca Estatal de Literatura Estrangeira, sediada em Moscou e considerada uma das maiores bibliotecas da Rússia, completou 90 anos de fundação no dia 2 de abril.
As comemorações foram marcadas pelas homenagens prestadas à sua fundadora, Margarita Rudominó, que dá nome à instituição. O ponto alto destas homenagens consistiu no lançamento do livro “Quase Todo o Século 20”, escrito por Adrian Rudominó, filho de Margarita.
Ao lançar o filho, Adrian lembrou que dos 90 anos que sua mãe viveu, pelo menos 50 foram inteiramente dedicados à composição da Biblioteca Estatal de Literatura Estrangeira.
Margarita Rudominó deu início ao acervo da Biblioteca trazendo de casa uma centena de livros em alemão que pertenciam à sua família. Pouco depois, a militante comunista alemã Clara Zetkin aderiu à iniciativa e também passou a contribuir para a formação da Biblioteca. Da nobreza russa, a família de Margarita Rudominó obteve doações de livros científicos e filosóficos impressos em vários idiomas.
Ekaterina Guenieva, atual administradora da Biblioteca, revela que, historicamente falando, a Biblioteca Estatal de Literatura Estrangeira pode ser considerada como uma instituição nova apresar dos seus 90 anos de existência. Para Ekaterina, devem ser destacados não só o acervo em si da instituição mas, principalmente, o fato dela guardar em bom estado de conservação raridades literárias publicadas nos séculos 14 e 15. Outro orgulho da instituição foi ter repatriado para a Rússia os livros do eminente filósofo russo Nikolai Zernov cuja coleção se encontrava na Universidade de Oxford, na Grã Bretanha.
Para conservar de forma ainda melhor os seus exemplares, boa parte do acervo da Biblioteca Estatal de Literatura Estrangeira foi e continua sendo digitalizado, de modo a se tornar acessível a todos os pesquisadores.
Pela qualidade das suas publicações, a Biblioteca Estatal de Literatura Estrangeira de Moscou é apontada como uma das instituições culturais de maior valor intelectual em toda a Rússia.

Nenhum comentário: