18 de ago de 2012

Jorge Amado perde entre os jovens


Fonte: Folha de S. Paulo. Data: 10/08/2012.
Autor: Marco Rodrigo Almeida.
No centenário de Jorge Amado, a Folha destaca a queda do sucesso do escritor, símbolo da literatura brasileira lá fora, no exterior. Se, em 1962, Gabriela, Cravo e Canela chegou a ficar por quase um ano na lista dos mais vendidos do jornal "The New York Times", hoje em dia parece não atrair a nova geração: “Pesquisadores estrangeiros ouvidos pela Folha dizem que Amado continua o símbolo da literatura brasileira no exterior, mas ficaram restritos aos círculos acadêmicos e pouco cativa novos leitores e escritores.”

Nenhum comentário: