20 de set de 2014

Biblioteca de extratos e compostos de plantas do semiárido



Fonte: Portal Brasil. Data: 19/09/2014.
URL: www.brasil.gov.br/ciencia-e-tecnologia/2014/09/insa-criara-biblioteca-de-extratos-e-compostos-das-plantas-do-semiarido?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:%20Rss-Notcias%20(RSS%20-%20Not%EDcias)
Ideia é conscientizar a população local sobre a importância da conservação e do uso sustentável da Caatinga
Até o final de 2014 serão instalados todos os equipamentos necessários para o funcionamento do laboratório de Bioprospecção e Conservação da Caatinga no Instituto Nacional do Semiárido (Insa), Unidade de Pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).
Nesta sexta-feira (19), foi inaugurado o Cromatógrafo Líquido Análitico (Clae), um equipamento capaz de fazer análises químicas e dar informações sobre cada um dos componentes daquela amostra. Estão previstas as instalações de mais dois cromatógrafos, um gasoso e um preparativo, além de dois extratores automáticos.
No Insa serão realizadas as etapas da identificação botânica, coleta, extração, purificação e caracterização química inicial. Os estudos de atividade biológica e elucidação de estruturas químicas  dos compostos serão realizada pelos laboratórios das instituições parceiras.
Uso sustentável da Caatinga
A pesquisa será desenvolvida na busca de moléculas bioativas de plantas da Caatinga que despertem o interesse de pesquisadores em função de suas potenciais atividades biológicas: antimicrobiana, tóxica e citotóxica, antitumoral, mitogênica, anti-inflamatória, cicatrizante, analgésica e anti-veneno, entre outras propriedades.
A ideia é contribuir para a conscientização da população local sobre a importância da conservação e do uso sustentável da Caatinga, além de frear a devastação vegetal a qual tem sido submetido o bioma, com quase 50% de perda da sua área no Semiárido brasileiro.
São potenciais parceiros do Insa para realizar pesquisas na biblioteca de compostos extraídos das plantas do Semiárido, o Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste (Cetene/MCTI), Secretarias de Meio Ambiente dos Estados do Semiárido, Embrapa, Associação Plantas do Nordeste (APNE), Comitê Estadual da Reserva da Biosfera da Caatinga em Pernambuco (CERBCAA-PE), Instituto Nacional de Ciência Tecnologia para Inovação Farmacêutica (INCT_if), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Universidade do Vale do São Francisco (UNIVASF), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Universidade Federal do Ceará (UFC).
Sobre o Insa
Como uma instituição federal de pesquisa, o Insa articula, realiza, promove e divulga a Ciência, Tecnologia e Inovação como patrimônios universais para o bem da sociedade e, particularmente, do Semiárido brasileiro.
O Instituto também tem inserção internacional como correspondente científico do Brasil junto à Convenção das Nações Unidas para o Combate à Desertificação (UNCCD) e Ponto Focal na América do Sul na Cúpula América do Sul-Países Árabes (ASPA), do Marco de Cooperação nas áreas técnica, científica e tecnológica.

Nenhum comentário: