15 de jan de 2015

Lançamento: Livro digital e bibliotecas

Bibliotecária da Prima lança obra sobre a relação das bibliotecas e o livro digital

Livros digitais re­presentam a modernização e a facilidade de acesso à informação, mas também alteram processos que por décadas estiveram estabelecidos. Essa realidade, tão palpável nos processos de construção das consideradas bibliotecas do futuro, irreversivelmente moldadas pelos avanços tecnológicos, é tratada na obra “Livro digital e bibliotecas”, de Liliana Serra Giusti, da editora FGV.
A autora é uma das responsáveis pelo desenvolvimento dos softwares SophiA Biblioteca e SophiA Acervo. Em seu livro, ela aborda questões como a moder­nização das instituições, a expectativa dos usuários, o futuro das bibliotecas, a al­teração da forma física da documentação e os impactos no consumo causados pelas mudanças de formato de músicas e livros.
A obra analisa, ainda, aspectos técnicos, apontando para o fato de que os desa­fios enxergados pelos bibliotecários de­correm da necessidade de aplicação de novos modelos de negócio para licenciamento de conteúdo, competência em informação, empréstimo de livros digitais e privacidade dos usuá­rios.
Inserido nesse novo e crescente cenário de mudanças no comportamento do leitor, que se depara com a possibilidade de acesso a múltiplos acervos de forma remota, em qualquer lugar ou horário, “Livro digital e bibliotecas” instiga uma premente reflexão sobre a profissão do bibliotecário, destacando a necessidade de se repensar o papel que esses profissionais exercem na sociedade e como devem se preparar para essa nova realidade.

“Os livros digitais não são muito discutidos no Brasil. Ainda é muito novo para bibliotecas e bibliotecários. Se considerarmos que a oferta desses recursos já existe há mais de 10 anos nos Estados Unidos e Europa podemos dimensionar o quanto temos que caminhar até estarmos familiarizados com o recurso”, explica Liliana.

De acordo com ela, a obra busca trazer o tema para discussão, alertando aos profissionais da informação sobre a complexidade e possibilidades de aplicação desses recursos. “É um tema aberto, com modelos de negócios e suas implicações sendo estabelecidos. Entender o que já foi utilizado em outros países pode auxiliar o Brasil no momento de estabelecer suas políticas de livros digitais para bibliotecas”, conta.

Nesse sentido, o livro aponta para um desafio maior, que não se restringe somente à questão da compra do livro digital, mas abrange até mesmo o controle da sua gestão no acervo e no catálogo bibliográfico estruturado nos padrões de registros legíveis por computadores.

Sobre Liliana
Liliana Giusti Serra é mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação na Universidade de São Paulo, na Escola de Comunicações e Artes – ECA/USP, especialista em Gerência de Sistemas pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FaBCI/FESPSP), bibliotecária formada pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FaBCI/FESPSP), vencedora do Prêmio Laura Russo, edição 2012, categoria Profissional. Formação em planejamento e soluções em digitalização em ECM (Enterprise Content Management) Practitioner, reconhecida pela AIIM (Association for Information and Image Management) e CDIA+ (Certified Document Imaging Architect) reconhecida pela CompTIA (Computing Technology Industry Association). Profissional da informação da Prima, desenvolvedora dos sistemas SophiA Biblioteca e SophiA Acervo, consultora em Ciência da Informação e membro internacional da American Library Association (ALA). Tem experiência nas áreas de automação, gestão de acervos, gerenciamento de documentação eletrônica, bibliotecas digitais, e-books e metadados.
Livro digital e bibliotecas
Autora: Liliana Serra
Número de páginas: 188
Editora FGV
Impresso: R$ 22
Ebook: R$15

Mais informações: www.fgv.br/editora

Nenhum comentário: