8 de ago de 2016

UEMS recebe doação de biblioteca e cria Centro de Estudo de Fronteira na capital

Fonte: A Crítica (Campo Grande, MS). Data: 4/08/2016.
Todo o acervo e o prédio onde estão os livros serão repassados para a Universidade por meio de um acordo de cooperação que estabelece a criação do Centro de Estudo de Fronteira General Padilha
Amanhã (5), a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) receberá do Comando Militar do Oeste (CMO) a doação da biblioteca criada pelo Coronel Reformado da Arma de Cavalaria, Rubens de Sá Padilha.
Todo o acervo e o prédio onde estão os livros serão repassados para a Universidade por meio de um acordo de cooperação que estabelece a criação do Centro de Estudo de Fronteira General Padilha, em homenagem ao pai do Cel Padilha, Sr Rubem Menezes Padilha. Neste Centro serão desenvolvidas ações do Centro de Educação Sustentável da America Latina (Cisal) e da Rede Universitária do Corredor Bioceânico, que será coordenada pela UEMS.
História
Segundo o CMO, a construção de uma biblioteca era um sonho do Coronel Padilha, desde os tempos em que era capitão, na década de 70, estimulado pelo acervo de livros, periódicos e documentos que possuía naquela época. Ao longo de sua carreira, sua coleção foi enriquecida em sua passagem por oito das doze Regiões Militares existentes, por sete Estados da Federação e pelo Distrito Federal.
Para possibilitar a materialização desse sonho, o Coronel abriu e alimentou uma poupança ao longo de 30 anos, da qual efetuou apenas dois saques, quando precisou de recursos para atender ao nascimento de um dos seus cinco filhos e para adquirir um carro semi-novo, após ter o seu veículo furtado em Niterói-RJ. Com recursos dessa poupança, a partir de 13 de dezembro de 2010, o Cel. Padilha adquiriu o terreno, construiu o prédio, adquiriu o mobiliário e o equipamento que transformariam o seu sonho em realidade.
Atualmente, a biblioteca reúne um acervo com aproximadamente 3.000 itens, entre livros, documentos pessoais e oficiais e objetos pessoais que traçam a carreira militar do Cel. Padilha. A biblioteca possui também, na área externa, uma gruta que abriga a imagem da Santa Nossa Senhora da Conceição, que pertenceu à mãe do Cel. Padilha, e foi recuperada por ele de um antiquário em Campo Grande. Padilha decidiu doá-la ao Exército Brasileiro, com a finalidade de manter o espaço como área de pesquisas que atendesse às comunidades civil e militar.

A cerimônia de doação da Biblioteca General Padilha ao Exército Brasileiro e celebração do acordo de cooperação com o UEMS, serão realizados na sexta-feira (5), às 10hs, na sede da biblioteca, localizada na Rua Hermenegildo Pereira, nº 206, Bairro Bandeirantes, em Campo Grande

Nenhum comentário: