8 de out de 2013

Livros de Dom Pedro II sobre árabes ganha catálogo


URL: www.anba.com.br/noticia/21840144/artes/livros-de-dom-pedro-ii-sobre-arabes-ganham-catalogo/

São Paulo – As obras que o imperador brasileiro Dom Pedro II mantinha em seu acervo pessoal, no idioma árabe ou sobre os árabes, e que hoje fazem parte da coleção da Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro, foram catalogados pelo pesquisador e professor João Baptista Vargens e viraram um livro. A obra, que leva o título "D. Pedro II, o primeiro arabista do Brasil?", foi lançada há cerca de uma semana pela editora de Vargens, a Almádena, especializada em livros sobre a temática árabe.

Vargens é professor titular do Setor de Estudos Árabes da Faculdade de Letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Ele fez a pesquisa sobre a biblioteca do imperador depois de receber uma bolsa da Biblioteca Nacional para levantamentos no acervo da instituição. O trabalho foi feito há dois anos e levou cerca de um ano para a sua conclusão, entre a metade de 2010 e a metade de 2011. Vargens se deparou com 151 livros.

Dom Pedro II era um amante da cultura árabe e fez várias viagens à região. Por isso tinha uma vasta bibliografia sobre o tema. Além de identificar as obras dentro da Biblioteca, o professor as leu e resumiu. Depois as catalogou por temas: ficção, história, impressões de viagens, língua árabe, medicina, religião, zoologia e botânica. Além da listagem dos livros e da sua descrição, Vargens escreve uma introdução contextualizando o interesse do imperador pelos árabes.

A maioria das obras encontradas pelo pesquisador está no idioma francês. Entre as obras levantadas por Vargens estão “A poesia árabe pré-islâmica”, de René Basset, “Pelayo: um épico do antigo tempo mourisco”, de Elizabeth Beach, “A novela do Egito. Viagem imaginária à abertura do Canal de Suez”, de José de Castro y Serrano, “História verdadeira do Rei Dom Rodrigo”, de Tarif Abentárik Abulcacim, “Viagem da Índia a Meca”, de Kérym Abdoul, entre outras. Os títulos são uma tradução de Vargens dos originais.

Vargens afirma apresentou o seu trabalho em forma de relatório ao final do período e depois resolveu publicá-lo como livro-catálogo para não deixá-lo restrito apenas à Biblioteca Nacional. Ele acredita que a obra despertará interesse principalmente junto ao público especializado, como pessoas interessadas em arabismo e acadêmicos. “Há também muitos interessados em Dom Pedro II, descobri que ele tem um fã clube”, afirmou Vargens à ANBA.

Dom Pedro II incentivou a imigração árabe para o Brasil e chegou a realizar visitas para o Egito, Jordânia, Palestina, Líbano e Síria, entre 1871 e 1888. Em função do interesse, inclusive pelo aprendizado do idioma árabe, ele traduziu as 140 primeiras noites do livro "As mil e uma noites" diretamente do original. Depois da Proclamação da República, em 1889, e do exílio do imperador na França, ele doou sua biblioteca pessoal para o Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro.

Segundo informações escritas por Vargens no livro, no século 20, em função do precário estado de conservação dos volumes, os livros foram incorporados ao acervo da Biblioteca Nacional. Eles, no entanto, estão dispersos no setor de Obras Gerais e de Obras Raras, o que demandou atenção especial. Vargens descartou alguns da pesquisa por não se enquadrarem no tema proposto e também os do Egito Antigo.

Autor de livros sobre idioma árabe e islamismo, além de tradutor e organizador da publicação de obras árabes em português, Vargens ganhou o prêmio Unesco-Sharjah para a Cultura Árabe no ano passado. O prêmio é promovido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e pelo governo de Sharjah, dos Emirados Árabes Unidos, para homenagear pessoas e instituições que promovem a cultura árabe. Ele também receberá, neste mês, o Prêmio Internacional de Tradução King Abdullah, na categoria Esforços de Tradução de Indivíduos. O prêmio é oferecido pela Biblioteca Pública King Abdulaziz, da Arábia Saudita.

O livro sobre Dom Pedro II deve ser comercializado em breve nas livrarias do País, mas por enquanto pode ser adquirido por meio da editora Almádena (contatos abaixo).

Serviço

VARGENS ,João Baptista de Medeiros. D. Pedro II, o primeiro arabista do Brasil? Catálogo comentado dos livros sobre a cultura árabe que pertenceram ao Imperador, encontrados no acervo da Biblioteca Nacional. Rio de Janeiro: Almádena, 2013. 80 p.

 

URL da editora: www.almadenaeditora.com.br

Nenhum comentário: