19 de jul de 2015

Evento: Acessibilidade em bibliotecas públicas

O projeto Acessibilidade em Bibliotecas Públicas – iniciativa do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas (SNPB), da Diretoria do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (DLLLB) do Ministério da Cultura (MinC) – participará do XXVI Congresso Brasileiro de Biblioteconomia e Documentação (CBBD). O evento acontecerá de 21 a 24 de julho, em São Paulo, e terá como tema “Biblioteconomia, Ciência e Profissão”. Simultaneamente, haverá o 5º Fórum Brasileiro de Bibliotecas Públicas - Inovação, Desenvolvimento e Sustentabilidade, que também contará com a participação do programa.

A OSCIP Mais Diferenças, responsável pela execução do projeto, estará presente em debates e realizará palestras. A coordenadora da organização, Carla Mauch, será palestrante na mesa “Construindo Espaços Acessíveis”. Na mesma conversa estará Jorge Larrosa, coordenador do Laboratório Mais Diferenças – iniciativa da organização voltada ao pensamento, à experimentação e à sistematização de experiências em educação e cultura inclusiva – e professor da Universidade de Barcelona. Ambos abordarão a importância da inclusão de pessoas com deficiência nos espaços de cultura e educação.

Leonardo Assis, bibliotecário e analista de monitoramento do projeto, fará uma apresentação do mesmo no ‘Eixo II: Biblioteconomia, Acessibilidade e Inclusão Social’. “O CBBD é um dos principais eventos da área. A participação nas mesas de discussão e nas palestras possibilitará que o projeto ganhe visibilidade, além de mostrar o quão importante é a presença da acessibilidade nas bibliotecas públicas”, afirma. Ele destaca que eventos com a participação de profissionais bibliotecários, dirigentes de equipamentos culturais e interessados reforçam a importância da inclusão das pessoas com deficiência nos espaços culturais.

No Fórum Brasileiro de Bibliotecas Públicas, Veridiana Negrini, coordenadora interina do SNBP/MinC; Wagner Santana, coordenador técnico do projeto; e Marina Nogueira Ferraz, coordenadora do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas Municipais de Minas Gerais, também farão uma apresentação do “Acessibilidade”.

Veridiana Negrini tratará da importância do projeto no contexto das ações do MinC; Wagner Santana relatará a experiência da Mais Diferenças à frente da execução e apresentará alguns resultados da Pesquisa Nacional de Acessibilidade em Bibliotecas Públicas, que envolveu mais de 300 bibliotecas em todo o país. Já Marina abordará como a Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa, uma das dez participantes do projeto, o vem desenvolvendo.

Congresso – O CBBD é organizado pela Federação Brasileira de Associações de Bibliotecários (FEBAB). Tem por objetivo discutir o estado da arte da Biblioteconomia e da Ciência da Informação no Brasil, além de envolver os mais diversos profissionais das bibliotecas públicas, particulares, universitárias, comunitárias ou especializadas. Durante o CBBD acontecem conferências, mesas de debate e palestras. Para saber mais, acesse o site: http://www.acquaviva.com.br/cbbd2015/index.php.

Nenhum comentário: